Publicado em / por Rede Silvestre / em Dicas

Osteoporose

Osteoporose é uma doença silenciosa que torna os ossos frágeis e quebradiços. A doença é caracterizada pela diminuição da massa óssea, o que faz com que os ossos fiquem mais frágeis e, portanto, aumentando a possibilidade de fraturas. Em geral, a osteoporose só é detectada em estado avançado, com a deformação dos ossos que provoca dor crônica ou quando aparece uma fratura. O mais comum é que as fraturas ocorram no punho, fêmur e coluna. Outros sintomas são dor ou sensibilidade óssea, dor na região lombar devido a fraturas na coluna e postura encurvada.

Existem alguns fatores de risco como predisposição genética, envelhecimento, dieta pobre em cálcio, sedentarismo, abuso de álcool, tabagismo, menopausa, uso abusivo de remédios à base de corticoides, diabetes e disfunções na tireoide.

O diagnóstico precoce da osteoporose é feito pela medida da densidade óssea, por meio do exame da Densitometria Óssea. Esse exame é indicado para todas as mulheres a partir de 65 anos e para todos os homens a partir dos 70 anos. O recomendável é que as mulheres menopausadas e os homens acima de 50 ano que possuam os fatores de risco mencionados acima também realizem o exame para confirmar o mais rápido possível se apresentam osteoporose. 

A prevenção da osteoporose deve ser feita a longo prazo e envolve uma alimentação saudável, com alimentos ricos em cálcio, exercícios físicos, e exposição ao sol para que ocorra a produção de vitamina D. Além disso, é também importante evitar o consumo de álcool e não fumar.

Os nutrientes mais importantes para evitar a osteoporose são o cálcio e a vitamina D. O cálcio ajuda na formação dos ossos e a vitamina D é a responsável por absorver esse cálcio adequadamente na matriz óssea. Boas fontes de cálcio são vegetais verde escuros, tofu e laticínios. Em relação à vitamina D, a melhor forma de obtê-la é através da exposição ao sol diariamente. 

O exercício físico é de extrema importância, pois aumenta o aporte e fixação de cálcio no osso e ajuda no equilíbrio, evitando quedas. Ajuda também a manter a densidade óssea à medida que envelhecemos, diminuindo a dor nas articulações e eliminando os quilos extras que sobrecarregam as articulações. 

Consulte regularmente um endocrinologista, que poderá detectar a doença rapidamente e conduzir o tratamento adequado.

Cuide de sua saúde. Viva de forma saudável!